Review - Gigantes de Aço

escrito por Rafael Fernandes


Sinopse:
Uma história ousada, eletrizante e cheia de tensão ambientada em um futuro próximo quando o boxe se tornou um esporte de alta tecnologia, Gigantes de Aço é estrelado por Hugh Jackman no papel de Charlie Kenton, um lutador decadente que perdeu sua chance de ganhar um título quando robôs de aço de mais de 900 quilos e mais de dois metros e quarenta de altura entraram no ringue. Charlie, então um mero e insignificante promotor, ganha apenas o suficiente, juntando sucatas de metal de robôs, para passar de uma arena de boxe para outra. Quando Charlie chega ao fundo do poço, ele relutantemente se une a seu filho afastado, Max (Dakota Goyo), para construir e treinar um competidor para disputar o campeonato. Conforme as apostas na brutal arena sem limites aumentam, Charlie e Max, contra todas as probabilidades, têm uma última chance de dar a volta por cima.


Crítica:
Um bom filme.

Esse filme foi estrelado ano passado e só agora tive a oportunidade de assistir, digamos assim, eu adorei!

Com aspecto a la japonês, confesso que fique impressionado com a forma como os personagens robôs encenaram me lembrando de todos os filmes que já assisti do criador Steven Spielberg, nos quais todos tiveram ótimas críticas.

Como uma boa base para um história, o que me pareceu distópica, pois se passa no ano 2020, nada está tão mudado, o que muda é a forma como tratamos as máquinas, acho que o homem começa a se apaixonar por máquinas a partir daí, se já não são desde os nossos tempos, como por carros, não é verdade...

Charlie e seu filho Max, as estrelas do filme, entram em combate junto com o robô recém-despertado do ferro velho, Atom, o robô que é de 2014, uma máquina que Charlie não dava tanto valor e que Max queria mostrar à ele que Atom tem potencial já que ele ele era o seu dono, e muitos são surpreendidos, inclusive eu, que nem havia visto o trailer antes de conferir o filme, por isso recomendo que não veja o trailer, mas sim depois, ou não.

Não poderia deixar de falar, da falta que o pai de Max teve até agora, deixando a guarda para os tios de Max, ele não é um pai responsável e perfeito, inclusive vendeu sua guarda para o tio dele, e Max soube disso, mas com o passar o filme e o amor de Charlie e Max pelo Atom (robôs) que tudo muda no final. Uma mistura de deixar qualquer plateia de boca aberta.

Não vi efeitos brilhantes durante o filme, senão as maravilhas do robô Zeus no final, muito bem produzido com uma gastança de U$ 80 milhões, então por isso o preço de tudo faz jus ao filme.

Recomendo pra todos que adoram ação e claro um bom distópico, apesar de que esse está bem ultrapassado. Enfim, um filme que fará qualquer um se emocionar! Vale a pena.

Trailer:

Titulo Original: Real Steel
Gênero: Ação, Drama e Ficção Científica
Duração: 127 min.
Origem: Estados Unidos e Índia
Estreia: 21 de Outubro de 2011
Direção: Shawn Levy
Roteiro: John Gatins e Leslie Bohen
Distribuidora: Walt Disney Pictures
Censura: 10 anos
Ano: 2011
Nota: 5 de 5
Resenhado por: Rafael Fernandes


11 Comentaram:

  1. Hugh Jackman ? Opa, vou assistir! rs Então, gostei do que li sobre o filme. Deve ser bom mesmo (5 de 5). Vou procurar para assistir... Já que escreveu, vou seguir seu conselho e não assistir o trailer... Ou não!

    (:

    ResponderExcluir
  2. Oi Rafa!
    Bom, eu como tenho uma mega lista de filmes pra ver, não tenho este como prioridade. Caso um dia esteja de bobeira e ele esteja passado eu pare pra ver e provavelmente por causa do Hugh, ele faz bons filmes..

    Mas valeu a dica!
    Beijos :D

    ResponderExcluir
  3. Assisti esse filme no dia do meu niver... tem uma pegada nicholiana mas é bem legal ") 

    ResponderExcluir
  4. Aione Simões Sérgio8 de janeiro de 2012 17:44

    Oi Rafa!
    O filme não me chamou muito a atenção... Não sou muito fã de ação não!
    Mas deve ser muito bom!Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Nem pense em ver o trailer, ou não... ~~

    ResponderExcluir
  6. Ele faz mesmo, muito bom, espero que veja...

    ResponderExcluir
  7. Não sei dessa pegada, mas que foi bom foi...

    ResponderExcluir
  8. Mais um movie que tu não gostou... Qual será o gosto da Mih? Beijos querida!

    ResponderExcluir
  9. Ainda não assisti, mas está na minha lista.

    Beijos!

    @carissinha

    Arte Around The World

    ResponderExcluir
  10. Não me interessei por esse livro desde que vi o trailer no cinema. Apesar dos comentários positivos e tal, acho que já estou cansado desse tema, que para mim, é um pouco clichê.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  11. Da última vez que vi um filme assim, que me lembro mais, o legal de tudo foi os efeitos brilhantemente especiais usados numas várias cenas com equipamentos robôs com pessoas dentro os controlando. Massa.

    Boxe com máquinas, uma cena distópica de um filme futurista que faz meu gosto. Espero um dia ver tbm.

    Abçs

    ResponderExcluir