Resenha - Eu, Alex Cross - James Patterson

escrito por Rafael Fernandes


Sinopse:
Numa noite de festa, Alex Cross recebe uma notícia chocante. O detetive está comemorando seu aniversário quando atende a um telefonema informando que sua sobrinha, Caroline Cross, foi brutalmente assassinada. Ele jura que vai capturar o criminoso e logo descobre que Caroline estava envolvida com prostituição e não foi a única vítima. Garotas de um clube privativo desaparecem misteriosamente. Atrás de pistas do assassino, Alex e a namorada, a detetive Brianna Stone, vão a um lugar onde é possível realizar qualquer fantasia, desde que se conheçam as pessoas certas para entrar. É lá que um homem misterioso e de gosto excêntrico, autodenominado Zeus, sacia seus desejos. Um mistério que pode abalar o mundo Alex e Bree percebem que terão que enfrentar figuras muito importantes, perigosas e bem protegidas, das mais altas esferas da sociedade. E uma coisa é certa: elas farão de tudo para manter seus segredos.


Resenha:
Mais um livro do autor James Patterson que me surpreende, não me canso de dizer que os livros dele são todos fantásticos.

A história é muito bem criativa, com aspectos de suspense em todos os detalhes, não deixando nada de mão beijada para o leitor descobrir logo como acabaria a trama.

Alex Cross, é um pai de família, vive com Bree sua namorada e também ambos trabalham no ramo de detetive, o que passei a me interessar ainda mais. A princípio no aniversário de Cross, ele recebe uma ligação no qual teve que deixar sua linda família para investigar um caso urgentemente.

Não era qualquer caso, se tratava da sobrinha dele, que ele nem reconhecia de olhar, já que ela estava em outra cidade, seu pai morreu por envolvimento com drogas e sua mãe não gostava muito da família Cross. O detetive foi logo querendo quais pistas tinha em mãos, quando o primeiro passo é dado, descobre que Caroline é uma mulher da vida e que morreu da maneira mais bruta que poderia se imaginar...

Por outra via, Nana, sua avó, doente e ora estando no hospital, ora estando em casa, Alex se vê triste com tudo isso acontecendo com ela, não suportado ter que ver sua Nana passando por tudo àquilo, nem seus filhos, já bastava seu olhar triste, mas há seus momentos de felicidade até o final do livro, o que achei a melhor parte.

Eu, Alex Cross, narrado em 3ª pessoa, oscilando para a 1ª, típico do autor, que passei a conhecer melhor, já que esse é o 3º livro que leio dele, já estava mais que maravilhado com sua categoria pra escrever. Os personagens sempre marcantes, cada um com suas feições que marcam qualquer memória... Com um riquíssimo vocabulário, o livro não é de desistir tão fácil assim, pelo contrário, foi viciante.

Várias cenas das quais não posso citar, como do homicídio, que são bem detalhadas. O processo de descrição do autor não deixa a desejar, enfatiza com toda sua argumentação digna de uma palestra com uma fundamentação que nunca vi tão coesa. Patterson é o cara!

Quando acabava um capítulo, pequenos na maioria das vezes, formando 117 capítulos no total, um capítulo parava numa melhor parte e em seguida vinha outra, só que não sobre àquilo, o que dava tensão pra saber logo como àquela outra parte acabaria. Não consiguia desgrudar do livro de tão bom que achei, o autor escrever mesmo um bom suspense.

Um fim de arrancar cabelos, quem iria esperar que o tal do Zeus seria tal pessoa... Esse tal Zeus é o assassino de Caroline, um cara poderoso e muito suspeito pra falar a verdade. Alex estava doido pra saber se era mesmo ele, mas quem iria adivinhar, ainda mais se tratando de pessoa importante, com gente de alto escalão... 

Emocionante, cativante e flexível, Eu, Alex Cross traz uma abordagem policial que nem em TV se vê tão bem retratada como nesse livro. Só peço uma coisa à vocês, leiam esse livro. Claro que super recomendo para qualquer pessoa.

Sobre o autor:
James Patterson é hoje um dos autores mais vendidos no mundo inteiro. Seu livro de estréia The Thomas Berrynan Number ganhou o Edgar Award de melhor romance policial. Foi publicado em 1976, depois de recusado por mais de 20 editores. O autor iniciou então uma série de best-sellers, incluindo os seis livros com o personagem Alex Cross, um detetive-psicólogo. Antes de se tornar um escritor em tempo integral, Patterson trabalhou na área de Publicidade por muitos anos. Foi presidente da J. Walter Thompson, North America, de 1990 a 1996. Estudou no Manhattan College e depois na Vanderbilt University. Vive atualmente em Palm Beach, Flórida, com a mulher e o filho.

Título: Eu, Alex Cross
Título original: I, Alex Cross
Editora: Arqueiro
Autor: James Patterson
ISBN: 9788580410334
Gênero: Policial; Suspense
Número de páginas: 224
Nota: 5 de 5.

Livro resenhado por parceria da editora


12 Comentaram:

  1. Que resenha empolgada! Percebe-se que gostou bastante do livro, e... convenceu-me a lê-lo. Ou pelo menos a colocá-lo na  lista de próximas leituras. Gosto de livros de suspense, principalmente os com finais inimagináveis por nós, meros leitores. rs

    (:

    ResponderExcluir
  2. Fiquei super feliz que tenha gostado!!! Eu amei ter lido logo de cara os dois livros do cara, depois me conta o que achou, beijos querida!

    ResponderExcluir
  3. Todo mundo parece amar os livros deste autor - o que estou esperando para ler?! Já encomendei o meu, não é este título, mas de qualquer forma, depois desta resenha, imagino que o segundo livro do autor que vou ler (se gostar do primeiro, claro), será esse.

    Beijo! Ni
    Ninhada Literária

    ResponderExcluir
  4. Tenho certeza que você vai adorar também... Depois quero saber o que achou, eu amei esse livro!!! Beijocas!

    ResponderExcluir
  5. Eu quero e não quero ler esse livro auhsash Sua resenha ficou muito boa rafa ")

    ResponderExcluir
  6. Eu só li um livro do James, e adorei a escrita dele... só vejo elogios sobre os romances policiais dele. Quero MUITO ler.  Vou colocar Eu, Alex Cross na lista hehehe
    Tudo por uma resenha bem feita!!! rs Beeeijos!

    Ana
    @eufases 
    www.euleitora.com.br

    ResponderExcluir
  7. Esperei tanto do autor que me decepcionei ao ler O Dia da Caça, desde então, nenhum livro de James Patterson chamou a minha atenção, muito menos esse. Meu critério ao querer um livro se baseia na editora, autor e capa, nunca leio sinopse já que tem muitos spoilers. Mas me enganei em relação ao 'Eu, Alex Cross'. Gostei muito da sua resenha e me interessei pela história deste livro.

    Abraços
    Caique Fortunato - Entre páginas de livros / Twitter

    ResponderExcluir
  8. I liked your comment, não sei o que dizer. Obrigado somente.

    ResponderExcluir