Gincana - Natal Literário - Prova 2

escrito por Rafael Fernandes

Olá, pessoal! Estão gostando da nossa gincana? Hoje daremos início a uma nova prova. Preparados?



Relembrando: a Gincana será constituída de provas em que o importante será a pontuação acumulada pelos participantes, ou seja, não é sorteio! Por isso, o importante é fazer as provas da maneira correta, cumprindo as regras, para que você ganhe os pontos! A cada semana, os blogs lançarão tarefas que deverão ser realizadas dentro do prazo estipulado e com pontuação própria!

Prova 2

A segunda prova ocorrerá de hoje, 28/11, até Domingo, 04/12. O desafio desta semana é sobre quotes de alguns livros que nós já resenhamos. Exige um pouquinho da memória (e da paciência) dos competidores.

A prova dos quotes é simples. Trazemos uma lista de trechos de alguns livros e vocês deverão descobrir de onde foi que tiramos estes quotes (é necessário colocar o nome do livro e o nome do autor na resposta). Cada resposta correta valerá 50 pontos! Respondendo corretamente, terá conquistado 500 pontos!

Regras obrigatórias nesta prova:

- Ter endereço de entrega no Brasil;
- Ser seguidor dos 5 blogs a seguir:


- Preencher o formulário com as respostas corretas.

Chances Extras:

- Divulgar a promoção em redes sociais (10 pontos por divulgação). Exemplos: Skoob, Facebook, Banner fixo em Blogs…

- Divulgar frase da promoção no Twitter (10 pontos por frase; Máximo de 3 tweets por dia com intervalo de, no mínimo, 2 horas entre eles):
Quando 19 blogs se reúnem, o resultado é uma #GincanaLiterária que presenteará 6 sortudos nesse Natal! Participe: http://is.gd/WMeejs
 

- Encontrar a figura surpresa da semana!
Nesta semana, a figura é a “moeda da sorte”. Cada blog que promove a promoção tem, escondido aleatoriamente em seus posts, 5 moedas da sorte. O participante que encontrar alguma moeda da sorte, deve encaminhar o link do post no formulário.

Cada moeda da sorte vale 10 pontos.

Quotes:

1. “Duvido que valha a pena lutar pelos amantes. Já vi muitas almas gêmeas irem parar na escuridão por acreditarem que o amor conquista tudo. Duvido que meus esforços valerão a pena. (...) Duvido que eu seja realmente um Embaixador. Prometi servir a Deus e à luz, mas meu coração está cheio de ódio."

2. "- Abaixa aqui um minutinho – pede ele. – Preciso te dizer uma coisa. – Inclino-me e ponho o ouvido bom na sua boca, que faz cócegas quando ele sussurra. – Lembre-se, nós somos loucamente apaixonados um pelo outro, então não há problema em você me beijar quando tiver vontade."

3. "Aperfeiçoaram a arte de nos dar só a liberdade suficiente. Suficiente para que, quando estamos a ponto de morder, nos ofereçam um ossinho e então rolemos, de barriga pra cima, à vontade e saciados, como um cão... Embora sinta vergonha de mim mesma, aceito o osso."

4. "Eu tinha acabado de olhar no relógio, mas não me lembrava mais das horas. Eu só sabia que queria que o tempo congelasse naquele minuto. E aquela música não terminasse nunca mais. O que senti foi uma sensação pela qual eu nunca tinha passado na vida. Um tremor dos pés a cabeça, mas um tremor que me aquecia... e ao mesmo tempo aquele frio na barriga que não ia embora."

5. "O tempo e a memória, a história e a ficção se fundiam como aquarelas na chuva naquela cidade feiticeira. Foi ali, sob o eco de ruas que já não existem, que catedrais e edifícios fugidos de alguma fábula, tramaram o cenário dessa história."

6. “Tinha percebido isso agora e ia continuar percebendo pelos anos que viriam: não importa se eu for a garota que faz sexo, a garota que tem o retrato na parede da biblioteca, a garota que entra na melhor faculdade, a garota que conta tudo para os pais ou a garota adorada pelos professores. Só preciso ficar bem com todas as garotas que são como eu.”

7. “Não entendo como ela pôde ter feito isso comigo, deixando-me aqui sozinha. Especialmente porque me prometeu a vida toda que nunca, jamais, iria desaparecer como a mamãe fez, que sempre teríamos uma à outra, sempre, sempre, sempre."

8. "Ele parecia um anjo. Sexy demais para ter vindo do céu. Só podia ter sido mesmo enviado diretamente pelo diabo para me enlouquecer.”

9. “Seus lábios interromperam minha face. O beijo me deixou ainda mais tonta e cravei as unhas nos seus ombros. – Você disse que não queria que a deixasse em paz. – Sua língua me atiçou no rosto. – Esse sou eu, perturbando você.”

10. "- Desta vez, milorde, não estou aqui por causa da caridade.- Ela tossiu para limpar o nó que se formara na garganta. Não seria tão fácil como imaginara. Em seus planos, ela se esquecera do olhar do conde, que era cor de avelã e que mudava de tom, do mais dourado ao verde-escuro, dependendo da luz. Independentemente da cor, os olhos eram sempre penetrantes... e por vezes duros ou insensíveis."


Divirtam-se e boa sorte!


3 Comentaram:

  1. Rafaaaaaaa! Eu sou sumida, é? hehe =p

    Massa a gincana de vocês! Adoro participar mas ando tão sem tempo ultimamente que não ia conseguir acompanhar tudo. Tô torcendo aqui que seja um sucesso!

    Brigada novamente pelo carinho.
    Bjo!

    May
    It Cultura

    ResponderExcluir
  2. Sucesso aos participantes! :)

    Um beijo,Luara - @luuarahttp://estantevertical.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Novamente, vou tentar responder. (:

    ResponderExcluir