Resenha - Elixir - Hilary Duff

escrito por Rafael Fernandes

Clea Raymond sentiu o brilho dos holofotes a vida inteira. Ela é filha de um renomado cirurgião e um proeminente político de Washington DC. Cresceu e se tornou uma talentosa fotógrafa para jornais que se refugia em uma carreira que lhe permite viajar para as regiões mais exóticas do mundo. Mas depois que o pai de Clea desaparece durante uma missão humanitária, imagens estranhas e sombrias de um homem bonito começam a aparecer em suas fotos — um homem que Clea nunca havia visto antes. Quando o destino leva Clea e este homem, ela fica atordoada com a ligação imediata e poderosa entre ambos. Conforme mais se aproximam, mais são empurrados para dentro do mistério por trás do desaparecimento do pai de Clea, e acabam descobrindo a verdade guardada a séculos sobre a sua ligação intensa. Envaredados em um triângulo amoroso perigoso e assombrado por um segredo poderoso que detém os seus destinos, juntos, eles correm contra o tempo para desvendar seus passados, a fim de salvar suas vidas — e seus futuros.
Oi Pessoal, mais um livro que li nessa semana, eu me interessei tanto por esse livro que terminei em um dia. pois bem, tenho ótimas coisas para falar sobre ele, eis a resenha:
Me surpreendi quando me disseram que a cantora e agora escritora Hilary Duff escreveu um livro, fiquei muito surpreso aliás, por saber que ela é uma artista talentosa.
Bom no começo não entendia muito do livro, mas como só comecei a entender depois de certo avanço ao ler... O que me motivou mais a terminar...
Elixir é uma história na qual você vai arrepiar do começo ao fim, conta a trajetória de Clea Weston, uma adolescente famosa, que de primeira vista parece "burguesa", por se considerar filha de senadora e de um médico renomado e que cuida de pessoas com toda atenção que necessita. Mas Clea não é dessas que se exibe e se liga a popstar, o que mostra certamente no livro que ela é simples e não gosta de ser fotografada em suas intimidades, e por outro lado ama tirar suas fotos, que mostra seu verdadeiro dom para a arte, que mostra parecido a Hilary.
Clea se sente só, apesar de ter deus dois BFF, Ben e Rayna, pois fica intrigada com o desaparecimento de seu pai, declarado como morto, mesmo assim não perde a esperança de reencontrá-lo vivo, e quer CQC buscar a verdade sobre o mistério do sumiço do seu pai.
Ela fica mais preocupada e receosa depois de uma viagem de três semanas pela Europa com Rayna, sua BFF, que acontem várias coisas estranhas. Todas fotos que tirava, via um homem misterioso nas fotos, mas não era de primeira vista, normalmente só se via de perfil, ou mais ou menos sua silhueta. Fica com dúvidas de quem seria essa pessoa, um papparazzi, um sequestrador, será?
E Clea começa a ter pesadelos com o cara da foto, mas em seus sonhos ela troca seu nome por Délia ou Anneline ou Catherine ou Olívia, e o que ocorre é que em todos os sonhos vivenciados por ela com nomes diferentes esse homem aparece com ela, e fica fissionada por ele por causa do sorriso fatal do cara.
Clea, para mim é apenas uma garota querendo fugir dos papparazzi, mas que adora sua mãe e seus dois amigos. Quando Rayna em uma oportunidade escondida de Clea, ajuda-a colocando um nome diferente numa empresa para trabalhar como fotógrafa, já que com seu nome nunca era aceita por pensarem que ela não tinha dom pela coisa e que estava lá só para brincar de fotografar, mas pelo contrário, a empresa amou as fotografias e Clea ficou muito feliz pelo feito, ela ama o que faz e faz muito bem. Foi que quando surgiu a oportunidade de tirar fotos aqui no Brasil, e aproveitou para investigar o sumiço do seu pai.
Ben, é tipo um guarda costas e ajudante de pesquisas do pai de Clea, juntos vem para o Rio de Janeiro, mal esperando que nessa viagem uma surpreendente revelação de segredos do passado mudará totalmente a vida deles.
Bom, acho que falei demais, os personagens são marcantes, em várias partes do livro ou totalmente comparo Clea com a Hilary Duff, é como se ela descrevesse os sentimentos dela dentro da história. Até que vê-se num triângulo amoroso entre Ben e o cara misterioso da foto, Clea acha Ben um cara super bacana e prestativo, pois sabe muito sobre mitologia grega e um pouco de cada coisa, e muita coisa sobre as pesquisas do seu pai, que um dia poderia ajudar muitas pessoas.
Não me cansei de ler, gostei muito foi da folha que a Editora iD impressou, mesmo sendo minha cor favorita na capa, não gostei da imagem, porque não faz sentido com a história. 
Consegui ver de perto mostrando a realidade, Clea conhece muito melhor o Rio de Janeiro do que eu que moro no Brasil, pois trata o carnaval do Rio com todos os detalhes possíveis e lindo claro.
Acho que o final do livro ficou meio confuso e vago, pois Clea deixou de tratar algo a mais no livro, não sei bem o que é, mas como se faltasse mais um capítulo, mas acho que foi de propósito e para causar suspense para termos logo em mão DEVOTED, o segundo livro da série, previsto para ser lançado nos EUA dia 11/10 e no Brasil para junho do ano que vem, mantendo a capa original, que raiva, até lá já enlouqueci querendo saber o que acontece com a Clea.
Se você é fã da Hilary Duff, recomendo esse lindo romance, até para você que não é, mas adora suspense e romance aprovo para você estar lendo esse lindo livro. Tenho certeza que vai adorar a literária da Duff.


12 Comentaram:

  1. Bem essa capa do livro me impressionou, eu gostei, mesmo que nada tenha haver com a história...rsrs...gostei da sua opinião e espero um dia poder conferir a história.

    Beijokas Elis
    A Magia Real

    ResponderExcluir
  2. Eu to lendo esse livro e adorandooooooooo! Adoro a Hilary como atriz e agora como escritora tambem! Mas posso dar so uma sugestao? Esse fundo cor de rosa incomoda um pouco na hora de ler, e a fonte as vezes é um pouco confusa... =/ desculpa a sinceridade mas enfim, vc que sabe...rsrs
    bjos e gostei da sua resenha!

    ResponderExcluir
  3. to maluco pra ler esse livroooooooooo!!!!!!!! Adoro a hilary !

    ResponderExcluir
  4. nossa!!
    não sabia desse livroo... adoro a Hilary Duff, é muito estranho imaginar ela como escritora, acredito que vou me surpreender com ela!

    ResponderExcluir
  5. Oi Lari... a HD é mt boa... uma artista totalmente... eu bem que me surpreendi... e adorei acho que você vai gostar, pq algumas vezes ela se põe como a própria. bjinhos

    ResponderExcluir
  6. Só quero ler por causa da Hilary rs ótima resenha Rafa =)

    ResponderExcluir
  7. Reformulando: Só quero ler porque foi a Hilary que escreveu kkk

    ResponderExcluir
  8. Ai... e sem contar a capa ne é linda... a Hill é demais além da história... o livro é simplesm/ perfect

    ResponderExcluir
  9. Gosto da Hilary e também gosto de suspense e romance, resultado: vou ler esse livro, óbvio. rs

    ResponderExcluir
  10. Ei Rafa,

    Nossa bem legal a história, gostei muito. Mas vou deixar para comprar depois, já que vai demorar bastante para lançarem a continuação. ^^

    bjos
    Nanda

    ResponderExcluir
  11. Eu amo a Hil!!
    Logo quis ler ao saber que ela tinha escrito algo ^^
    E pelo que comecei a ler pelo livreto, parece bem agitado e cheio de reviravoltas!!
    Ai esse livro tem mesmo uma textura.. Hahah

    bjsss
    Hey Evellyn!

    ResponderExcluir
  12. Nossas resenha ficram um pouco diferentes ushushash

    ResponderExcluir