Resenha - Amor Contra o Tempo - Myra McEntire

escrito por Rafael Fernandes

Amor Contra o Tempo
Autor: Myra McEntire
Editora: Galera Record
Páginas: 368
Onde comprar: Aqui
Nota sobre o livro: 2 de 5

Sinopse
Emerson Cole sempre achou que algo estava errado com ela. Quando passou a ver pessoas deslocadas da realidade - que eram, na verdade, projeções do passado - e que, ao tentar tocá-las, elas desapareciam como fumaça, Em teve certeza. E então vieram os remédios, a depressão, o colégio interno. Agora que seu período no internato chegou ao fim e ela está de volta ao lar, Emerson vê sua sensação de paz prestes a desmoronar. Alguns fantasmas não estão mais desaparecendo com um simples toque. E com a chegada de Michael Weaver, o consultor de uma misteriosa organização que promete ajudá-la a se libertar dessa condição, um simples toque poderá condicioná-la a algo ainda mais perigoso: a paixão.

Resenha:
Desde que eu iniciei a leitura do livro já sabia que não iria gostar do mesmo, a narrativa da autora não pegou, os personagens são chatíssimos, o enredo não andou, o que se pode salvar talvez seja a trama que engloba a viagem ao passado.

Narrado em primeira pessoa pela personagem Emerson (Em), Amor Contra o Tempo nos leva a acreditar que existem pessoas com poderes capazes de ilimitar o tempo, capazes de ver dobras (talvez fantasmas) no caso de Emerson, talvez até possa modificar o tempo. Nesse primeiro livro da série a autora nos apresenta os personagens e todas as suas "peripécias", cercado de romances e nuances. Sim, tem romance, mas o que chama a atenção ao livro é anormalidade de Em, ela é a chave de tudo o que acontece. Quando ela acaba conhecendo o lindo e maravilhoso Michael, ela já "soube" como será divertido adentrar a Hourglass, algumas mudanças de vida, outras descobertas estão por vir, será que Em vai conseguir lidar com tanta pressão sozinha, ou talvez ao lado de seus amigos e família? É tudo uma questão de tempo para saber...

Em, assim que saiu do internato, passou a morar com o seu rico irmão e a mulher dele, o mesmo contratou um especialista da Hourglass (Michael), para cuidar de sua irmã, que depois de algum tempo ela voltou a enxergar dobras, dobras que também não desapareciam com um simples toque. Michael chegou e acabou deixando Emerson apaixonada. É, a história parece mesmo boa.

Sinceramente eu achei até uma história bacana (nice), mas os personagens e a narrativa da autora não me convenceram, não tanto quanto previra, não sei se foi pela revisão do livro ou pelos personagens secundários não tão presentes assim, mas algumas vezes me perguntei "o que essa autora está fazendo, aonde ela quer chegar?", digo, ela poderia ter criado, inventado até mesmo abusado mais dos detalhes, mas não, ela focou tanto nos problemas da Em, no seu romance meloso, que esqueceu que o leitor ficaria entediado com tudo isso, pelo menos eu.

Não sei se leria a continuação do livro (Timepiece), diferentemente da versão americana, achei a nacional uma capa linda, a diagramação nem tanto, o que fugiu do padrão da editora, letra muito pequena, mas em relação ao nome do livro, que título é esse? WTF? Não foi o que eu esperava se comparado com a história toda, ok. Acho que pelo final satisfatório deva valer a pena conferir o próximo da série.

Eu adoro jovem adulto, sobrenatural, ficção cientifica, essa mescla a la Doctor Who, mas Amor Contra o Tempo não foi pra mim, vi muita gente falando bem do livro, talvez você se identifique lendo outras resenhas mais positivas.

Como eu já disse, muita gente iniciou a série e acabou adorando, realmente é uma questão de gosto, e minha opinião foi explanada aqui, acho que só lendo mesmo para tirar conclusões, não precipitadas claro. Amor Contra o Tempo vai te levar à um mundo novo, independentemente de você querer ficar ou não parado no tempo. Você mudaria algo no passado? Eu sim.


4 Comentaram:

  1. Outra pessoa que não gostou tanto assim do livro?! Poxa, já nem me sinto uma completa ET agora... porque eu DETESTEI essa história ><

    Beijos,
    Nanie

    ResponderExcluir
  2. Nem me fale Nanie, super chateado com a autora...

    ResponderExcluir
  3. Quando li a sinopse do livro, fiquei super empolgada, mas agora já não estou tanto assim. Quando você diz que às vezes não dá pra saber onde a autora quer chegar, eu entendo bem. A gente acaba ficando angustiado. E a ideia da história é bacana, poderia ser uma grande série. Bom, eu ainda não li, mas se tiver oportunidade, tiro minhas próprias conclusões. Gosto das suas resenhas porque você é sincero e ponto.

    ResponderExcluir
  4. Obrigado Vanilda, sinceridade deve reinar nessas horas, ninguém pode sair enganado por aí... =)
    Beijos.

    ResponderExcluir