Resenha - O Rosto que Precede o Sonho - Maurício Gomyde

escrito por Rafael Fernandes

Autor: Maurício Gomyde
Editora: Porto71
Páginas: 176
Onde comprar: Aqui
Nota sobre o livro: 4 de 5

Sinopse
Os sinais que ele não percebeu, no dia do acidente, poderiam ter evitado que seus pais entrassem naquele avião. Tempos depois, algo inesperado mudou o rumo das coisas, e ele, então, passou a esperar o dia em que os sinais voltariam... Tomas Ventura levava uma vida quase perfeita, cercado por tudo que sempre quis: um violão, um telescópio, muitos discos bons, amigos, um emprego de sonhos e uma casa que flutuava. Mas no dia em que recebeu a proposta de trabalho da sua vida, o convite para participar da trilha sonora de um grande filme de Hollywood, ele decidiu dizer “não”. Até que dois sinais, os olhos cor de mel daquela menina, mostraram-lhe que ainda havia motivos para seguir em frente...

Resenha:
Confesso que foi uma das leituras mais gostosas que tive no ano até agora, uma mistura de emoção e mistérios, eu virava uma página e pedia mais, era tudo muito rápido, muito nítido.

O Rosto que Precede o Sonho conta sobre a vida de Tomas Ventura, um jovem compositor de sucesso, sua última trilha sonora tinha feito do filme um sucesso mega estrondoso no Brasil todo, ele tinha muitos amigos, e somente um sabia tudo sobre ele, Benjamin (BJ), o cara que sempre estava disposto a ajudá-lo em qualquer momento. Quando seus pais morreram num acidente de avião se isolou por meses em mar aberto, começou a refletir sobre o sinal da noite anterior que precedeu o seu sonho...

Depois de uma decepção amorosa, decidiu não mais se aventurar nas paqueras e nem mais compor para nenhuma trilha sonora de filme, até que tudo muda, seu mundo não é mais o mesmo desde que passou a conhecer a menina dos olhos cor de mel, a menina no qual tornou sua vida completamente, mais alegre e mais divertida, ela é uma jovem de 25 anos, estava no Brasil fotografando e desvendando as borboletas... Tanto Tomas quanto a menina costumava citar pedaços de letras das músicas, eles aproveitavam cada momento especial que tinham, o sol ia embora, mas se iria voltar amanhã isso já não sabiam... Tomas tinha  acabado de receber uma proposta que poderia mudar sua vida, fazer uma trilha sonora de um filme internacional não seria nada fácil, mas não impossível, ele tinha o dom, só precisava achar a inspiração certa,  talvez seja um sinal, talvez não... Ele vai aceitar?

O que mais achei interessante no livro foi a forma como o autor descrevia a história, um toque suave e simples, não enrolando o leitor com o próximo capítulo, assim evitando detalhes supérfluos. Mas o ponto negativo que achei relevante destacar aqui, foi a falta de mais, não sei se seria mais detalhes, mais páginas, mais acontecimentos, mais... Poderia ser os supérfluos mesmo, só sei que percebi até o findar da leitura que o autor disparou rápido demais nos acontecimentos, até poderia crer que estava diante de um resumo, mas não, e eu queria aproveitar cada página, cada diálogo dos personagens fofos que adorei. Um pena que acabou tudo tão rápido.

Todos nós, leitores e fãs do autor sabemos que o mesmo é fera na escrita, a revisão está muito boa, só vi um erro de digitação, olhe lá... A diagramação está perfeita, os detalhes nem se fala, o autor se preocupou bastante com o fechamento desta edição do livro, dá pra notar pelo belo trabalho da capa.

O Rosto que Precede o Sonho vai te fazer chorar, rir e sentir raiva ao mesmo tempo. Eu senti muita raiva do Tomas, algumas atitudes dele que eu não concordava, porém deixava passar, mas em relação à garota dos olhos cor de mel, que não revelarei o nome, achei-a muito sem graça, falava sempre o que Tomas gostaria de ouvir, parecia um sonho aos meus olhos, quer dizer aos olhos dele...

Posso indicar a leitura pra todo mundo, destaque para o livro: o autor tem um bom repertório musical, soube usar bem a ordem cronológica dos fatos, talvez nesse livro você encontre a trilha sonora da sua vida, assim como já estou tentando criar a minha.


30 Comentaram:

  1. Li O Mundo de vidro, do Gomyde, mas achei um tanto pornográfico, sabe?
    Parece que esse me agradaria um pouco mais... Estou pretendendo lê-lo.

    ResponderExcluir
  2. Se em O Mundo de Vidro achou isso, com certeza esse passará longe, quando se fala de sexo ele já pula para outra parte.

    ResponderExcluir
  3. Já li tanta coisa sobre a grandeza com que o Mauricio escreve seus livros q ainda fico me perguntando o pq de ainda não ter lido nada dele..rs

    Me lembro que recentemente teve a votação pra escolher a capa né?rs (aliás, venceu a mais linda)rs

    Gostei muito da sinopse desse livro e tbém onde vc cita na resenha, desse misto de sentimentos.Da vontade de esganar o personagem, rir ou chorar com ele. Poucos livros conseguem isso da gente, esse envolvimento grande com os personagens.
    Dica anotada, esse eu vou ler com certeza.


    Beijo

    ResponderExcluir
  4. hmmm .... o livro me parece bom , só fico com o pé atrás de ser um daqueles livros morango com açucar , mas sei lá , quero ler , adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  5. Virginia de Oliveira9 de dezembro de 2012 17:15

    Tenho esse livro que ganhei em uma promoção que o autor vez mas não tive tempo de ler por causa da faculdade, mas agora que estou de férias com certeza irei.

    ResponderExcluir
  6. Li várias resenhas mas ainda não me decidi em relação a leitura.


    Esse livro dividiu as opiniões mesmo, rs.

    ResponderExcluir
  7. Li apenas um livro deste autor, O Mundo de Vidro, e gostei muito! É uma leitura gostosa e que flui facilmente. Parece que acontece o mesmo com este aqui. Não sei se neste há o toque irreverente e divertido que encontrei no outro livro. Espero que sim. Vou ficar na expectativa para ler ^^


    Bjs
    @Tibiux

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pela resenha Rafael! Estou ansiosa para ler O Rosto que Precede o Sonho! Abraço!

    ResponderExcluir
  9. Ainda não li nenhum livro do autor. Gostei da sinceridade da sua resenha. Mas, se a leitura é rapidinha e a gente fica com vontade de mais, é boa pra ler entre duas leituras mais exigentes. Essa fica como um respiro, um sonho gostoso que prepara para um próximo livro. Acho que vou colocar o livro entre os meus desejados.

    ResponderExcluir
  10. Que gracinha de livro. Gostei muito da premissa da história e também adoro uma leitura mais simples e despretensiosa. Romances "bobinhos" (no sentido de água com açúcar) são necessários, muitas vezes.
    Mas você tem razão quanto ao detalhamento, muitas vezes os autores pecam por excesso. Ainda não tinha visto um que o fizesse pela falta de informação, ou história, detalhes, emoções, sei lá.
    Mesmo assim gostei e pretendo ler.
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Aione Simões Sérgio10 de dezembro de 2012 20:19

    Ah, esse livro é lindo. Não é meu favorito do autor, mas eu adorei!
    Fiquei um pouco com essa sensação de querer mais, mas eu achei que tudo foi bem descrito.
    Eu senti raiva, mas não do Tomas, e sim do final haha...Me apeguei tanto aos personagens que não acreditei no desfecho, por mais que eu estivesse esperando por ele.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  12. Sabe que eu já ouvi falar muito nesse livro mas nunca tinha lido uma resenha? Infelizmente não conheço nenhum livro do autor mas gostei muito da resenha. Parece ser bem sensível. Gostei dessa coisa de repertório musical no livro, acho que deve ter ficado bem bacana. Gosto de ler suas resenhas porque elas são bem sinceras e vão direto ao ponto. Assim dá pra ter uma boa ideia de como é a história, mas sem nenhum spoiler ... e isso é tão difícil. Você escreve bem, Rafa! Dá vontade de ler o livro mesmo.

    ResponderExcluir
  13. Ai que emoção. Obrigadíssimo pelo comentário, sua linda.

    ResponderExcluir
  14. Eu não gosto nem um pouco quando fico com essa sensação de que faltou alguma coisa sem saber exatamente o que... rs... Só li O Mundo de Vidro do Maurício, mas tenho os outros dois livros e estou louca pra lê-los!! Acho que os três têm estilos bem diferentes, apesar de parecer que têm em comum a música, que é uma das paixões do autor. Essa garota parece uma mala... hehe... vamos ver o que acharei dela depois de ler o livro.

    ResponderExcluir
  15. O autor sabe bem construir suas histórias, sobre a personagem não que ela seja "uma mala", é que senti falta de espontaneidade de seus atos...

    ResponderExcluir
  16. Sabia, esse livro tem a sua cara mesmo. ^^

    ResponderExcluir
  17. Talvez seja eu só, vai que a maioria gostou mais que eu...

    ResponderExcluir
  18. Vale a pena, passei momentos deliciosos com esse livro, mesmo que breve.

    ResponderExcluir
  19. Mentira, não leu ainda??? OMG. Vai se envolver complemente nesse.

    ResponderExcluir
  20. É, mesmo eu não gostando muito, tem gente que adorou bem mais.

    ResponderExcluir
  21. Vale começar por qualquer um, todos são bons.

    ResponderExcluir
  22. Sei como é quando a gente sente falta de alguma coisa no livro, né? Mas gostei da resenha, Rafa, da sua opinião. Adoro a escrita do Maurício, estou com esse livro aqui e animada pra ler!


    Bjs, Kel - www.itcultura.com.br

    ResponderExcluir
  23. Não conhecia o livro mas amei a resenha, gosto de quando o livro consegue te fazer se sentir como o personagem e viver o q ele vive.

    ResponderExcluir
  24. O Maurício é um fofo e gosto muito dos livros dele. Ainda preciso ler O Rosto que Precede o Sonho, mas ao que tudo indica e pelo que conheço da narrativa do autor, há muitas chances de eu adorar a leitura!


    bjo,
    http://livrolab.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Rafaa , UAU me deu uma vontade imensa de ler ! Depois de A dama da Ilha vou comprar ! Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  26. Oi Allana, super obrigado, fico honrado com seu comentário, espero que compre, porque vale cada centavo.

    ResponderExcluir
  27. Com certeza Aline, tu vai adorar todos os livros dele.

    Muito obrigado de coração!

    ResponderExcluir