Resenha - A arte da imperfeição - Brené Brown

escrito por Rafael Fernandes

Autora: Brené Brown
Editora: Novo Conceito
Onde comprar: Aqui
Nota sobre o livro: 3 de 5

Sinopse:
Este importante livro é sobre a jornada de uma vida, deixando de se preocupar com "O que os outros vão pensar?" e acreditando que "Eu sou suficiente". A habilidade ímpar da autora em misturar pesquisa original com relatos faz com que a leitura de A Arte da Imperfeição pareça uma longa e animadora conversa com uma amiga muito sábia que oferece compaixão, sabedoria e ótimos conselhos. A cada dia nos deparamos com uma enxurrada de imagens e mensagens da sociedade e da mídia nos dizendo quem, o que e como devemos ser. Somos levados a acreditar que, se pudéssemos ter um olhar perfeito e levar uma vida perfeita, já não nos sentiríamos inadequados. E se eu não posso manter todas essas bolas no ar? Por que não é todo mundo que trabalha duro e vive às minhas expectativas? O que as pessoas vão pensar se eu falhar ou desistir? Quando posso parar de provar a mim mesmo? Em A Arte da Imperfeição, Brené Brown, Ph.D, é uma especialista em vergonha, autenticidade e compartilha a coragem que aprendeu em uma década de pesquisas sobre o poder de viver sinceramente.

Resenha:
Como você aproveita o dia?

É com coisas simples e justificadas que a autora começa a falar sobre suas pesquisas, o que tudo pode se relacionar com nós mesmos, mas mais ainda sobre  nossas vidas, nossas coragens, nossas vergonhas...

É um livro suave, porém cansativo, o assunto se repetia muitas vezes, e meus olhos já estavam implorando para parar. Se lembrava muitas vezes do mesmo assunto... Não gosto de livros assim, mas a temática do livro é boa, não é por causa da repetição de assunto que o livro não possa ser legal pra alguém... Mas senti que o livro deve ser lido com calma, porque ele foi feito para se refletir.

A arte da imperfeição, escrito pela pesquisadora da vergonha Brené Brown nos mostra como realmente somos, se estamos fadados a encarar a vergonha como uma aliada, a vergonha não pode ser nossa inimiga. Até mesmo, porque a autora em seus vários exemplos se justificou por suas vergonhas do seu dia-a-dia. Achei interessante, ela teve coragem de demonstrar exemplos do que ela viveu. A vergonha é o que nos faz não agir, não isso, não àquilo... E com as dicas da autora, aposto que todos vão se beneficiar sobre isso.

A linguagem usada pela autora é suave, como uma poesia ou prosa, ou os dois ao mesmo tempo, é um livro mágico. Mesmo contando em 1ª pessoa, ela não deixou a desejar na forma como nos mostrou as imperfeições humanas, porque defeitos todos temos, aceitá-los que é difícil.

Com tantas frases impactantes, me deu vontade de colá-las todas aqui, pra mostrar à vocês o quão reflexivo é o livro.

Nada melhor do que um livro que nos ajude a nos tornar um ser humano melhor. Eu recomendo demais esse livro, pois além de trazer uma abordagem fantástica sobre a vergonha, nos revela que quanto mais falarmos sobre ela, mas chances temos de vencê-la, também de nos auto aceitar como imperfeitos. Leiam!

Quer ganhar um exemplar deste livro, comente e concorra. Só não esqueça de voltar para verificar o resultado, que será dia 10/06/12. Assine newsletter para não deixar nenhuma novidade passar. Boa sorte!


10 Comentaram:

  1. Parece algo que minha mãe gostaria de ler... vou participar e dar de presente pra ela hahaha

    ResponderExcluir
  2. Oi querido!
    Apesar de eu gostar de livros reflexivos, não tenho vontade de ler esse. Por mais interessante que possa ser, ele ser cansativo já me desmotiva a lê-lo hehe!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  3. Deve ser terrível, acho que se eu começar ler eu nunca vou terminar!!
    Marquinho

    ResponderExcluir
  4. Pela sua resenha eu ja percebi que esse não é o meu tipo de livro, não gosto quando assuntos se repetem, mas eu nunca li um livro totalmente reflexivo e por isso vou participar da promoção

    ResponderExcluir
  5. Oi Rafa!
    Poxa, não sei quando irei ler esse livro. Não gosto desse estilo de leitura, então, como são muitos os livros da NC, estou dando preferência aos que me agradam mais. Esse está mais pro final da fila rs

    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com

    ResponderExcluir
  6. Cansativo? Hummmm.. sei não, viu? Tô meio farta de livros cansativos.... hehehe

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Parece ser um livro interessante, gostaria de ler, nem que seja pelas frases que você menciona na resenha, fiquei curiosa.

    ResponderExcluir
  9. Me pareceu um livro de auto-ajuda e faz tempo que não leio um. Não é o meu tipo preferido de leitura, mas realmente a temática é impactante e foi bom ler a resenha porque você destacou muito bem os pontos positivos e os pontos mais fracos do livro. Agora eu quero ler! Parabéns pela resenha. =D

    ResponderExcluir
  10. Obrigado. Se for ler, espero que goste! ^^

    ResponderExcluir