Resenha - O Círculo Noturno - Thiago Pined

escrito por Rafael Fernandes

Círculo Noturno - O Uivar
Autor: Thiago Pined
Editora: Baraúna
Onde comprar: Aqui
Nota sobre o livro: 3 de 5

Sinopse:
O Uivar conta a história de Bruno, um menino de 16 anos que sai de sua pequena cidade em Minas Gerais para morar com sua tia na cidade grande do Rio de Janeiro. Tudo começou quando ele começou à ver lobos enormes vagando pelas redondezas de sua casa, matando pessoas... Porém, alguma coisa acontecia, fazendo com que essas pessoas não morressem. Com isso, Bruno virou o garoto esquisito da sua cidadezinha e teve que ir para a cidade grande para se tratar do seu "problema". Mas quem disse que ele estaria a salvo? Tudo começou na primeira vez que ele pôs os pés em seu novo quarto; ele ouviu um uivo. Já em sua nova escola, Bruno conhece Jane; uma menina que começa a ser amiga dele. Diretora do Jornal de Escola, Jane começa a contar para ele sobre tudo que acontecesse naquela escola, até um grupo que se forma nessa escola denominado O Círculo Noturno. O Círculo Noturno é um grupo que a cada dia cresce mais e mais, transformando as pessoas. É tudo muito estranho; um aluno da escola fica desaparecido por alguns dias e, de repente, ele volta como se nada tivesse acontecido, até que ele entra para esse grupo. O mais estranho é que a "capitã" do grupo, Izabel, tem alguma coisa à ver com Bruno, mas ele não sabe o que é.

Resenha:
Círculo Noturno é um livro muito curioso, porém de uma leitura muito fácil, e que dá a entender que é direcionada ao público infanto-juvenil. Eu gostei da leitura, apesar de super fluída, faltou um pouco mais de ação, de cenas e algumas palavras, mas tem lá seu lado bom também. O que eu mal esperava foi gostar mais do fim do que do começo.

O livro conta a história de Bruno, um garoto da roça, com sotaque mineiro, e que larga sua vida suada, para ir morar com sua tia no Rio, ele parece adorar a novidade, o que muitas vezes me lembrou o autor, em seu jeito de viver. Só não acreditei que ele tenha ido sozinho para a cidade grande, ele foi se acostumando com as regalias, como motorista, roupas de marca, óculos Ray-Ban, que não parava de citar, paisagens do Rio, coisas inesquecíveis, para alguém que está querendo esquecer seus surtos na antiga moradia, já que foi para o Rio com o objetivo de curar sua paranóia de ver lobisomens, ou sonhar com eles. Mas isso não mudou nada quando ele chegou pra lá, os sonhos continuavam, e ele temia muito, às vezes nem conseguia dormir direito. Parecia que sua tia compreendia muito bem pelo que ele estava passando, além de dar uma vida luxuosa pra ele, ela dava dicas de como passar por aquele momento, um segredo de que não é revelado no primeiro livro da série, fiquei frustado por essa parte. 

Bruno vai à escola, e no mesmo dia já cria várias amizades, dentre estas, Jane, uma garota comum, calma, da mesma categoria da tia dele, rica, por assim dizer, ela é linda e é diretora do jornal na escola, além de escrevê-lo. Os dois se tornam super amigos, tornando eles os principais persoangens da história. 

Eu tentava achar lógica pra história e achei. 

O uivar, toda noite atormentava o pobre do Bruno, ele sabia de alguma maneira quem era os lobos ele ainda não sabe nada sobre o que anda acontecendo com o Círculo Noturno, um grupo de pessoas na escola, que diz ser uma seita, mas é só um grupo normal, segundo a Jane. Mas o mais estranho é saber que cada novo integrante desse grupo sumia e voltava como se nada tivesse acontecido. Era pra assustar mesmo todo mundo da escola, e Bruno tinha muito medo.

Volto a repeti que a leitura flui muito fácil, achei vários erros terríveis, mas nada que prejudicasse meu entendimento. É contado em 1ª pessoa, o que às vezes podemos comparar com o autor, para quem já o conhece um pouco, como eu. A capa é linda, disso tenho certeza. A diagramação também está boa, só a folha branca que me ofuscava a visão de vez em quando. Quem já leu "Sob a luz da lua", pode ver-se em comparação ao livro. Agradeço muito a oportunidade do autor para que eu pudesse lê-lo. O final foi de querer o próximo livro da série, então um pouco ansioso aqui. Recomendo pra quem gosta de ficção, e claro de lobisomens também...

Sobre o autor:
Thiago Pined, carioca de 18 anos, começou a escrever ao mesmo tempo em que começou a ler, fazendo disso mais que um hobbie, uma parte de sua vida. Tendo mais livros escritos, “O Uivar” é o livro número um de uma série sobre lobisomens; uma de suas paixões quando se trata de seres fantásticos.


5 Comentaram:

  1. "Garoto da roça com sotauqe mineiro", opa!, já gostei..
    Ah, essa capa é muito linda mesmo!
    A primeira vista a história parece ser como qualquer outra sobre esse tema. Mas lendo melhor a resenha, esse livro me pareceu ter algumas particularidades interessantes...
    Gosto de ficção, lobisomens talvez... Leria o livro sim. Gostei!

    (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei se você iria gostar, pelo pouco que conheço de sua leitura. Quem sabe, né...

      Excluir
    2. Sério? Hum, fiquei em dúvida agora... Bom, mas nunca se sabe, né? rs

      Excluir