Resenha - Zumbis x Unicórnios - Vários

escrito por Rafael Fernandes

Zumbis x Unicórnios
Editado por: Holly Black e Justine Larbalestier
Autor: Vários
Editora: Galera Record
Onde comprar: Aqui
Nota sobre o livro: 4 de 5

Sinopse
Nesta antologia, editada por Holly Black e Justine Larbalestier, diversos contos apresentam fortes argumentos a favor de Zumbis de um lado e de Unicórnios de outro. Os argumentos, que incluem tanto pontos negativos e positivos de cada lado, são expostos por renomados autores, entre eles Cassandra Clare, Meg Cabot e Scott Westerfeld, que deixam clara a preferência por um time ou outro.

Resenha:
Zumbis x Unicórnios é um antologia chefiada por Justine Larbalestier, defensora do Time  Zumbis e Holly Black defensora do Time Unicórnios. Antes de começar a falar sobre as estórias, gostaria de salientar que eu não torcia pra nenhum desses times, nem mesmo nunca li nada sobre eles. 

A distribuição dos contos organizados pelas meninas ficou muito boa, aliás quando elas debatiam o que podemos esperar em cada estória, não conseguia me segurar, de tanto rir. Uma falava que os zumbis eramelhores e a outra falava o contrário. Foi muito hilário.

Por ser um livro de contos, resenhar ele não foi nada fácil. O que posso dizer é que poderá agradar a maioria dos leitores, visto que há uma diversidade de estórias bem legais e fascinantes. Saiba mais um pouco sobre elas:

A Mais Alta Justiça, por Garth Nix
O primeiro conto é super estranho. Já começando pelo Time Unicórnios, A Mais Alta Justiça conta a história de uma princesa e seu unicórnio. Na realidade, a princesa não se contentou com a morte da mãe e o unicórnio da filha consegue trazê-la de volta através de seu chifre milagroso, mas num estado morta-viva. O que a rainha queria mesmo era vingança sobre o Rei, que a atentou junto com a amante. Achei estranha essa história, Nix ficou em cima do muro sobre qual time torcer. Pra mim ele caiu para o lado zumbi da história. Porém, gostei da narrativa, o leitor pode se confundir no começo com algumas peças, mas engata logo depois com os detalhes pouco expressivos do autor.

Love Will Tear Us Apart, por Alaya Dawn Johnson
O seguinte da antologia foi sobre zumbi, onde mostrou muita originalidade da autora em misturar homossexualidade com os desejos de um zumbi morrendo de fome. Esse foi um dos que mais gostei, fora o final dele que acho digno de se ver num filme. 10!

Teste de Pureza, por Naomi Novik
Esse conto achei bem simples, até penso que não faria falta na antologia. Conta sobre um unicórnio e uma garota que vão atrás dos filhotinhos, presos na casa de um Mago doido pela imortalidade.

Buganvílias, por Carrie Ryan
Acho que o Time Zumbi está vencendo até agora... Nessa versão, zumbis não são nem do bem nem do mal, é mais uma versão natural e nojenta, que todo mundo conhece só de ver. A história alterna entre Agora e Antes, me dando algumas vezes estado de nervos, porque isso sempre me confunde na história, mas acabei pegando todo o contexto no final. Iza e seu pai vive com várias outras pessoas numa ilha bem isolada, porque depois do Retorno, descobriram que ali seria o melhor lugar para ficar livre dos ataques de zumbis. Bom, pelo menos por enquanto, nunca se sabe quando algo inesperado pode acontecer, quem sabe um ataque surpresa de zumbis.

Mil Flores, por Margo Lanagan
Esse parece um daqueles dramas bem complicados de se explicar. Porém é um dos melhores contos do Time Unicórnios. Um jovem é preso após tocar na princesa. A rainha muito revoltada pergunta à filha se ele a atacou e ela nega na mesma hora, ele é solto. Mais tarde, um parto de uma senhora é feito, e esse jovem acaba ajudando-a, o mais estranho ainda, é a criatura que sai dela, a coisa em si eu não sei o que é, e nem que eu soubesse poderia contar... Beeeeem estranho!  

As Crianças da Revolução, por Maureen Johnson
Esse é muito bom. Uma certa jovem vai trabalhar na casa de uma famosa mulher rica para só cuidar de suas crianças adotadas, mal essa jovem sabia que essas crianças não são nada normais, aliás suas vidas nunca serão... Um conto fofo, onde podemos acreditar que crianças também podem ter seu lado zumbi numa estória. Uma beliscadinha aqui não faz tão mal assim...

O Cuidado e a Alimentação de seu Filhote de Unicórnio Assassino, por Diana Peterfreund
Esse foi um dos que menos gostei. Um unicórnio do mal, carnívoro, que mata humanos para sobreviver? Bem no começo do conto não acreditei muito, unicórnios pegando a onda dos zumbis, isso não é muito legal. Porém, achei bastante interessante e continuei lendo... A mocinha da história pega um filhote desses unicórnios assassinos, os dois convivem muito bem, ela chega até a gastar o último tostão de sua poupança para sustentar o bichinho com nome de moça. Coitado. Mas no fim do conto não tinha acreditado que tinha acabado ali, parecia inacreditável, algumas peças faltavam, mas tudo bem, vou para o próximo conto.

Inoculata, por Scott Westerfeld
Nesse conto, zumbis são tão parecidos com humanos que seria difícil reconhecer quem é zumbi e quem não é, dava até pra confundir. Mas nesse caso aqui, várias pessoas foram infectadas por um vírus de zumbi, e as que fogem pelo medo de serem infectadas vivem cercadas numa pequena aldeia monotóna, bem legal.

Princesa Bonitinha, por Meg Cabot
Ah Meg... O conto dela foi tão bonitinho, literalmente, a mocinha da história ganha de presente de aniversário um unicórnio grandão, daqueles que peidam arco-íris com cheiro de lavanda. Ela no começo não gostou, mas com as aventuras que se segue até o fim da estória vai mudando de ideia, e acaba pegando amor no bichinho. Tem até uma pitada de romance no meio. Divertidíssimo.

Mãos Geladas, por Cassandra Clare
Ah, Cassandra Clare, adoro essa autora! O amor de uma menina comum morre e vira zumbi, mas esse garoto não é comum, ele é filho do duque que praticamente comandava a cidade Zumbilândia, na realidade a cidade é amaldiçoada. O amor dos jovens não acaba com a maldição, mas rende um belo conto escrito pela autora.

A Terceira Virgem, por Kathleen Duey
Esse conta a história de um unicórnio suicida, ele já vem tentando várias maneiras de se matar e agora conta com a ajuda de uma garota para morrer de uma vez por todas. Um conto diferente de tudo que já li, nesse, os unicórnios falam como se entrasse nos seus pensamentos. Demais!

A Noite do Baile, por Libba Bray
E pra finalizar muito bem essa antologia, temos uma história de zumbis, mas bem fraquinha ao meu ver. Os dois personagens principais me fizeram rir muito, mas acho que faltou algo a mais, mas valeu a pena. Zumbis são o que há.

Até agora não consegui determinar qual foi meu favorito dentre todos os contos, mas me tornei Time Zumbis com certeza, me perdoe os unicórnios, mas para mim nessa antologia ficou muito para trás. Acho que os zumbis são mais animados, matam mais, nos emocionam mais, as vezes até falam mais e outros até podem te beijar...

O livro tem uma capa muito linda, toda colorida e chamativa, o que convence mais. Sob outro aspecto, quando me deparei com a capa eu jurava que se tratava de contos de zumbis contra unicórnios, tipo, viver e olhar os dois lutando, mas não é bem assim, são todos separados, infelizmente. 

Finalizando, acho que nem preciso recomendar, um livro com muitos autores das mais diversas histórias e bem escritas, ninguém conseguirá resistir. Agora, para qual time você torce ou torcerá? Isso já é com você. Boa leitura.


25 Comentaram:

  1. Como toda antologia, há alguns contos que são dispensáveis, mas ainda merecem algum mérito. Nesse caso foi o tal de  "Teste de Pureza"... 
    Fiquei curiosa sobre esse "Mil Flores, por Margo Lanagan". Tipo, wtf? 
    Quero ler mesmo o do  Scott Westerfeld e da Meg Cabot. Ah, é claro, o "Love Will Tear Us Apart, por Alaya Dawn Johnson" também.  
    Resumindo: quero ler o livro. 
    (:

    ResponderExcluir
  2. Acho que tu não vai resistir à da Meg, foi perfeito.

    ResponderExcluir
  3. Confesso que quero ler esse livro só pela 
    Cassandra Clare. Doida pra saber o que ela escreveu. E é bem legal pois tem outros autores que nunca li e gostaria de ler, tal como 
    Meg Cabot, que sou doida pra ler e nada!

    ResponderExcluir
  4. E eu nem conhecia esse livro! E são contos de autores já consagrados, não é? Que bacana! Imagino a dificuldade para resenhar ... mas fiquei super interessada em conhecer mais desses zumbis e unicórnios. Adorei a indicação! :D

    ResponderExcluir
  5. Até agora, das resenhas que eu li, todo mundo vai pro time dos zumbis, eu adoro zumbis, e diferente de você já li livros de zumbi e assisto um seriado: The Walking Dead .

    O primeiro conto, eu creio que o autor queria ser do time zumbi e não deixaram, só pode, achei nada com nada a estória. 
    Love will tear us apart, achei bastante interessante e fiquei curiosa pra ver onde vai dá (:
    Teste de pureza, eu não gostei e foi outra que eu achei sem pé e cabeça.
    Buganvílias, me lembra um filme que eu tava assistindo um dia desses, esqueci o nome :/
    Mil Flores, achei interessante e quando você disse que a mulher teve um filho, achei que seria um unicórnio, mas depois percebi que não, e escrevendo este comentário, lembrei de um filme que tem uma mulher que gera um coisa bastante esquisita, também não sei o nome, mas acho que é um filme de terror.
    As crianças da revolução, adorei esse, e quero ler, deve ser bastante interessante ! ((:
    O do unicórnio assassino, não gostei, parece que todo mundo que ser do time zumbi ! kk
    Prefiro o conto do Scott de Amores infernais, achei bastante criativo e adorei, não gostei muito de Inoculatas.
    Princesas bonitinhas, bem o que dizer, Meg é Meg, e ela sempre arrasa ! (:
    Os dois penúltimos eu gostei (: 
    e fiquei em duvida do último (:
    Beijoos :* 

    ResponderExcluir
  6. quero ler :/ só preciso de uma promo do submarino hahaha 

    ResponderExcluir
  7. Mah, tá rolando sorteio aqui, se quiser participar... ^^

    ResponderExcluir
  8. Oi Gabi, como assim em dúvida na última? Ah, eu tenho que deixar um ar de curiosidade né, se eu contar tudo perde a graça. rs

    ResponderExcluir
  9. É lançamento Vani. Espero que consiga ler.

    ResponderExcluir
  10. Oi Cris, também confesso que queria ler só por causa de alguns autores... Espero que leia. Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Zumbis vs Unicóniios.. oaksoaks interessante o título.. 

    Me visita?Guilherme Kunz http://tematoa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Primeira resenha que leio sobre esse livro e já me apaixonei..rs
    Nesses tempos de zumbis, invasões zumbi...e The Walking Dead nada melhor que um livro de contos sobre o tema pra abrillhantar ainda mais a atmosfera né?rs
    Não entendi muito a dos unicórnios..mas.......rsrsrs(tem gosto pra tudo mesmo)
    Com certeza, quero demais ler .

    Beijo

    ResponderExcluir
  13. Não sou muito fã de contos, Rafa, mas esse livro bem me interessa. A capa dele por si só já chama muita atenção rs E os contos parecem ser legais!

    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com.br

    ResponderExcluir
  14. São separados? Eles não brigam, não lutam? DESANIMEI!
    Caramba! Estava esperando pelo menos um arranca-rabo!!!

    ResponderExcluir
  15. Eita, não bem assim, mas porque as histórias sobre cada um é diferente, há o fato também que existem diferentes tipos de zumbis e unicórnios no livro.

    ResponderExcluir
  16. Ai pára tudo. Unicórnio que peida arco-íris com cheiro de lavanda?! Quero um desses na minha sala! Adorei o unicórnio do mal, carnívoro, que mata humanos para sobreviver, mas ele deveria passar para o time dos zumbis! Adorei!! Deu vontade de ler!

    ResponderExcluir
  17. Esse é o pior de todos, com instinto assassino. Vai querer mesmo?

    ResponderExcluir
  18. O que me deixa mais "cabrero" é por que  Zumbis x Unicórnios? O título e a capa passa a idéia de que é a maior doideira tipo aqule desenho da Cartoon Network  "Adventure Time". Bem na verdade são contos sobre os dois mundos não é ruim, mas continuarei na expectativa de um mundo de fantasia totalmente insano (Alice?).

    ResponderExcluir
  19.  É uma antologia mas tá bem recheada heim!!!!

    Caramba, quantas histórias!!

    Estou realmente em choque. Adorei tudo!!

    A capa é linda, as histórias, os autores escolhidos, não tenho nem o que falar... acho que o melhor seria PERFEITO!!

    Parabéns pela resenha pra lá de bem explicada.

    Bjkas

    ResponderExcluir
  20. É um dos livros que eu mais quero no momento! Adoro Zumbis e unicórnios, Juntando esses autores épicos então? Foi a melhor ideia do ano ! Adorei como você resenhou dividindo por contos :) O da Meg é o mais divertido kkk
    Fico em cima do muro pra escolher qual time hahah  

    Beijos

    ResponderExcluir
  21. contos com histórias bizarros, li e não sei entendi direito zumbis homossexuais,  Unicórnio que peida arco-íris com cheiro de lavanda, poneis assasssinos.... eu também adoro a cassandra clare já é uma das minhas escritoras preferida.

    ResponderExcluir
  22. É tudo isso que você leu mesmo, e olha que isso não me surpreendeu muito. Vai adorar. o/

    ResponderExcluir
  23. Eu to super ansiosa pra ler esse livro! Já vi várias resenhas que falam sobre com ele é bom e não posso esperar para tirar minhas próprias conclusões! Quero muito ler o conto da tia Cassy por que simplesmente amo ela, mas também fiquei muito curiosa com "Love Will Tear Us Apart", um zumbi gay hahaha? mesmo assim sou Team Unicornio <3

    ResponderExcluir
  24. "misturar homossexualidade com os desejos de um zumbi morrendo de fome." Ok. Eu não sei o que isso significa e estou com medo de descobrir O.O
    Gosto muito muito de livros de contos, mas sempre tem algum que não acaba legal, que tem coisas demais para ser apenas um conto, aí tem aquele final corrido.

    Tô morrendo de vontade de ler esse livro, tem tantas resenhas positivas sobre os zumbis que eu estou quase perdendo o medo deles! (Deus sabe porque eu ainda assisto The Walking Dead >.<)

    ResponderExcluir