Resenha - Cruzando o Caminho do Sol - Corban Addison

escrito por Rafael Fernandes


Cruzando o Caminho do Sol
Autora: Corban Addison
Editora: Novo Conceito
Onde comprar: Aqui
Nota sobre o livro: 4 de 5

Sinopse:
Sita e Ahalya são duas adolescentes de classe média alta que vivem tranquilamente junto de seus familiares, na Índia. Suas vidas tranquilas mudam completamente quando um tsunami destrói a costa leste de seu país, levando com suas ondas a vida dos pais e da avó das meninas. Sozinhas, elas tentam encontrar um modo de recomeçar a vida. Mas elas não devem confiar em qualquer um... Enquanto isso, do outro lado do mundo, em Washington, D. C., o advogado Thomas Clarke enfrenta uma crise em sua vida pessoal e profissional e decide mudar radicalmente: viaja à Índia para trabalhar em uma ONG que denuncia o tráfico de pessoas e tenta reatar com sua esposa, que o abandonou. Suas vidas se cruzarão em um cenário exótico, envolto por uma terrível rede internacional de criminosos. Abrangendo três continentes e duas culturas, Cruzando o Caminho do Sol nos leva a uma inesquecível jornada pelo submundo da escravidão moderna e para dentro dos cantos mais escuros e fortes do coração humano.

Resenha:
Livros que trazem apelo ao público sempre costumam chocar os leitores, principalmente quando se trata de tráfico de pessoas, pra mim a leitura desse livro foi uma forma de criticar as leis atuais que não atuam ativamente sobre esse tema, o autor e a editora estão de parabéns com a publicação.

Mas a história não é só essa controvérsia. Sita e Ahalya, as personagens principais, jovens lindas e adoráveis, com planos para seus futuros iminentes estão muito felizes, quando se vêem acometidas por um tsunami que destroem tudo que construíram até aquele momento, inclusive suas famílias. 

Logo mais aparece outra história, a de Thomas Clarke, advogado, enfrenta uma crise terrível em sua vida tanto pessoal como profissional, e tenta consertá-la mudando-se para a Índia para trabalhar numa ONG e ajudar envolvidos no tráfico de pessoas. 

Os caminhos dos jovens se encontram de forma emocionante e a separação de Sita e Ahalya me deixa triste.

Um livro perfeito, com a melhor diagramação já vista por mim da NC.

A obra desse autor, mesmo fictícia, mostra sim a realidade, o livro foi edificado por relatos que o autor ouviu semelhantes aos encontrados no livro. A lição que o livro traz dignifica a pessoa e denúncia o mundo da máfia, sem contar no amor jovem que sempre presente nos livros de romance. Achei surpreendente essa mistura de histórias, sempre emocionantes e chocantes. Um livro que todos devem ler!


0 Comentaram:

Postar um comentário