Resenha - Cidade dos Ossos - Cassandra Clare

escrito por Rafael Fernandes

Cidade dos Ossos
Título: Cidades dos Ossos
Autor: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Onde comprar: Aqui
Nota sobre o livro: de 5
 Sinopse:
Um mundo oculto está prestes a ser revelado... Quando Clary decide ir a Nova York se divertir numa discoteca, nunca poderia imaginar que testemunharia um assassinato - muito menos um assassinato cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e brandindo armas bizarras. Clary sabe que deve chamar a polícia, mas é difícil explicar um assassinato quando o corpo desaparece e os assassinos são invisíveis para todos, menos para ela. Tão surpresa quanto assustada, Clary aceita ouvir o que os jovens têm a dizer... Uma tribo de guerreiros secreta dedicada a libertar a terra de demônios, os Caçadores das Sombras têm uma missão em nosso mundo, e Clary pode já estar mais envolvida na história do que gostaria.

Resenha:
Quando comecei a ler "Cidade das Cinzas", que há tempos ansiava por ler, achei que estaria muito empolgado, mas no entanto, o livro foi me desanimando aos poucos, não sei foi minha leitura ou se foi a autora.

Enfim, continuando... O livro é constituído por três partes: 1ª Parte - "Declínio Sombrio", 2ª Parte - "Fácil é o descenso" e a 3ª Parte - "O descenso acena". O livro em seus 23 capítulos e mais um epílogo, foi muito bem escrito, contado em 3ª pessoa. Duvidava as vezes que a própria Clary, fosse quem contava a história, mas segui a leitura, por saber que a mesma se fluia de um modo demorado, mas seguia-se. Por um momento também pensei que a Cassandra fosse a Clary, ou que ela um dia se imaginaria na pele dela. Mas só foi um desejo meu.

Um livro realmente apaixonante, não gostei muito da personagem Clary, as vezes ela me pareceu irritante demais, as vezes muito pegajosa e fazia muita perguntas, não gosto de pessoas que me enchem de perguntas como se eu fosse um estrela. Além do mais a personagem é bem persistente e encrenqueira.
_ Meu nome não é "garotinha" - interrompeu Clary. - E não faço ideia do que você está falando. - Não faz? disse uma voz no fundo de sua cabeça. Você viu aquele menino desaparecer no ar. Jace não é louco, você apenas gostaria que ele fosse. - Eu não acredito em... Em demônios ou o que quer que seja que você... [página 26]
Alec, já desconfiava, ele é um personagem que vai te surpreender, inclusive na Parte 2, vai contra todas as razões sub-humana, sabemos que ele é um Caçador de Sombras, no entanto ele guarda um segredo, bem íntimo, achei isso tão ínfimo e poderia muito bem ter sido escondido no livro. Não iria fazer diferença alguma, ela (autora), queria realmente expor Alec de uma forma a comedir a história ser um tanto especial e diferente. Senti pena dele, mas faz parte da vida e da resenha também. 

Quem seria Hodge, apenas um membro da Clave? Que mora no "Instituto", também onde fica a maioria dos personagens, já que os Caçadores ficam abrigados lá. Hodge é tipo um "tiozinho" de meia idade que dá conselhos a todos os membros de lá, ele é até legal, mas um tanto misterioso, quando digo misterioso, você pode se surpreender com o talento para a falsidade, considere isso como um pós spoiler. 

Isabelle, irmã de Alec, é a mais gata de todos as personagens, ela é tão sensual e sexy ao mesmo tempo, se for ter um filme desse livro, ficaria muito curioso para saber quem a interpretaria. Só isso que tenho a dizer sobre ela, minha preferida. 

Mas aí eu ficava me perguntando o que seria essa "Cidade dos Ossos", no livro conta tantas cidades, que eu pensei que era o "Estado de Cidades", Cidade do Vidro, Cidade do Silêncio, e vários outros, não me lembro qual, acho que eram só esses, mesmo assim me deixaram confusos umas vezes, já que as cidades eram muito parecidas. 

Outro personagem-chave, Simon, é um viciado, não pode ver uma menina linda que começa a se eriçar, o melhor amigo de Clary é muito chato, não sei se conseguiria conviver com um personagem desse na minha realidade, aliás ele é colante, cola mesmo, um grude não sai do pé da garota, as vezes eu pensava que a história não tinha pé nem cabeça, mas os personagens parecem que só acontecem quando havia uma intriga pela parte da Clary, e o resto a gente tem que imaginar, isso é muito interessante, foi então que comecei a imaginar o Jace como o príncipe encantado, o menino de cabelos azuis, que não é tão encantador assim, e um completo bobo da corte, que de uma maneira estranha ficava sem ar perto de Clary, ele tem seus defeitos, mas acho que é um dos personagens que mais gostei de toda minha leitura, sobrando a Isa, ele é engraçado e me faz rir das zoações quanto a Simon e assim vice-versa, os dois parecem disputar o coração de Clary, como se fosse uma carne suculenta. 
_ Infelizmente, Dama dos Refugiados, meu único verdadeiro amor permance sendo eu mesmo.
Dorothea sorriu desdenhosamente ao ouvir isso.
_ Pelo menos - ela disse -, você não precisa se preocupar com rejeição, Jace Wayland.
Não necessariamente. Eu mesmo às vezes me dispenso, só para manter as coisas interessantes. [página332]
Nossa, como meticulosamente esse Jace é exibido, como você conferiu esse pedaço do livro! Eu quis fazer referência, pelo simples fato de eu achar, essa história uma diversidade que só, eu imaginava tudo bonitinho, tudo no seu lugar, mas está tudo embaralhado, eu gostei de ler, e isso fez com que eu apreciasse ainda mais. É muito bom, poder sair da rotina, lendo livros interessantes e diferentes!
_ Pelo Anjo - disse Jace, olhando de cima a baixo. - Eu sabia que Demônios Maiores eram feios, mas ninguém me alertou quanto ao cheiro. [página 340]
Não tinha mais paciência pelas páginas enormes, e pela demora de passagem de páginas, o livro é enorme e não estava acostumado a ler livros assim, tive que fazer algumas vezes, leitura dinâmica, teve uma hora que queria desistir dele, mas só não o fiz porque a autora conseguiu me deixar curioso para saber se achará a mãe (Jocelyn) de Clary ou não, que foi raptada por um demônio em sua casa, quando Clary estava fora de casa depois de uma briga com ela. Não sei se é spoiler, mas acho importante contar, a mãe dela é também uma Caçadora, assim como Clary e os outros meninos que citei acima, também são, alguns dos poucos que restam da última guerra, por isso ela foi raptada, por que Valentim, o maldoso Caçador de Sombras, resolveu se vangloriar depois de tantos anos de sua tentativa de formar um exército pra si, transformando crianças em Caçadoras, já que adultos não suportavam os efeitos os símbolos.

Qual é o problema da Cassandra quanto a vampiros e outros bichinhos inofensivos? Ela faz parecer que espécies tipo vampiro seja ínfimo, quase como um mundano sofrível, me fez acreditar que seres assim não tem nenhum valor, acabou com meus valores sobre "Crepúsculo" e "Diários do Vampiro", nunca pensei que a autora pusesse isso em um livro, mas tudo bem, é uma história diferente e eu gostei, mesmo que esteja pareceu chato por um momento. Gostei da comparação da parte dos "Instrumentos Mortais", que vocês podem comparar às "Relíquias da Morte" em "Harry Potter", bem interessante, pois também são três: o Cálice da Morte, o Espelho e uma Espada, como já citei anteriormente. Mas até agora parece que só o Cálice é o mais importante, pois tem o poder de transformar mais crianças em Caçadores de Sombras, é esse "treco" no qual Valentim está atrás, e ele quer usar a seu favor, mas no caso, o Jace, Clary e companhia estão a procura dele antes que ele o encontre, será que eles irão conseguir?
_ O Anjo deu três itens aos primeiros Caçadores de Sombras. Um cálice, uma espada e um espelho. Os Irmãos do Silêncio tem a espada; o cálice e o espelho estavam em Idris, pelo menos até a chegada de Valentim. [página 226]
Não acredito que boa parte do livro, foi só para salvar a vida de Simon, ele nem é tão importante assim para a consistência da história. Aliás além de ser melhor amigo da Clary, ele nem deveria estar se metendo nessas enrascadas tão inseguras. Acho que o personagem só complicou a vida da amiga.

Muitas descobertas, muitos acontecimentos, muita ação. É na última parte que acontece tanta coisa, que quase fiquei perdido. Pois é, não vou falar muito, se não vou revelar tudo o que acontece no fim, mas garanto que vai se surpreender muito, e a verdadeira história contada por "Luke" no capítulo 21, é chocante. Nem sei mais o que consigo falar do livro, é realmente um conjunto de histórias que no fim da trama se juntam e se encaixam perfeitamente, por que são as revelações, que nos fará render para ler a continuação, que no meu caso, já estou louco para começar a ler. Então se você ainda não leu, recomendo que compre logo a coleção inteira: "Cidade dos Ossos", "Cidade das Cinzas" e "Cidade de Vidro", para que você não fique ansioso para saber exatamente tudo o que Clary ainda vai passar. Além disso, há ainda "Cidade dos Anjos Caídos", "Cidade das Almas Perdida"s e "Cidade do Fogo Celestial", no total 6 livros, por enquanto só divulgadas as capas do 4º livro "Anjos Caídos", sem previsão de lançamento.





13 Comentaram:

  1. Oi Rafa!
    Que pena que a leitura foi cansativa assim pra você, comprei os dois primeiros volumes essa semana e espero gostar mais do livro do que você parece ter gostado!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Uauu, que resenha maravilhosa!!
    Então, quando eu comecei a ler "Cidade dos Ossos", minhas expectativas estavam lá em cima. Tinha muita gente falando muito bem do livro. Mas, depois que li o livro, vi que não era isso tudo. O livro não é ruim, mas não chega a ser ótimo. Em breve estarei lendo "Cidade das Cinzas", que dizem ser melhor que o primeiro.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Ainda não li nenhum dos livros da séria, mas já li muita coisa falando bem dos livros. É uma pena que a leitura seja cansativa, isso realmente me desanimou um pouco, não sei quando lerei...
    Ah, sua resenha ficou MUITO boa! ;)

    Abração
    Livretando

    ResponderExcluir
  4. Muito boa a resenha. Grande, né? rs
    Os nomes são até parecidos: Clare e Clary...
    Vou te dizer uma coisa, acho que todos (ou quase todos) da blogosfera literária já fizeram resenha sobre esse livro. Essa foi uma das poucas que li até o final. rs
    Eu pensei, que pelo tanto que falam e escrevem, que esse livro fosse ótimo, excelente. Mas vejo que tem alguns pontos negativos, e gostei de saber disso.
    Talvez os fãs de Crepúsculo não gostem muito dele :/
    Anyway, a história parece ser até interessante, e pretendo lê-lo algum dia. :)

    ResponderExcluir
  5. É uma das minhas séries preferidas. #Team Jace
    Mas ainda não li City of Fallen Angels.
    Estou doida pra ler as 2 outras séries que se passa no mesmo universo dos Instrumentos Mortais.

    Bye

    http://www.leiturasefofuras.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Com certeza, é uma série que promete! O livro é maravilhoso e com certeza, Cidade das Cinzas deve ser melhor ainda *-* Jace ♥

    Beijos e estou seguindo aqui
    aritmeticadasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Resenhao ! kkk é como vc hjá sabe eu já flei no twitter o que eu achei e pode ter certeza que essa série um um grande misterio e os proximos livros são muito melhores ") Boa resenha

    ResponderExcluir
  8. Oi Rafa!

    Estou com esse livro aqui em casa pra ler. Assim que tiver um tempinho vou pegá-lo. Eu gosto da capa dele, da trama. Parece ser bem interessante.
    Gostei da sua resenha!

    Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Rafa to querendo demais ler esse livro, será um dos meus proximos....

    abraço

    Philip Rangel- Entrando Numa Fria

    ResponderExcluir
  10. Antes de Cidade dos Ossos estourar nos blogs eu o havia conhecido. Ainda não li. Mas foi amor á primeira vista, com relação a capa.
    Eu gostei muito da sua resenha que soube explorar bem os pontos fortes e fracos do livro, acho isso importante. E é sempre uma delícia ler livros diferentes. Estamos infestados de Vampiros! ;D rs Que tal modificarmos um pouco!
    Beijos, Caah ♥

    @Camilla_Leitte
    http://sonhosentrepontinhos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  11. Pelo que percebi existem pessoas que amam e pessoas que odeiam.

    Espero estar no grupo das pessoas que amam porque acabei de comprar os dois livros, hahaha...

    Beijos!

    Mari | http://brincandocomlivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. AI MEU DEUS EU AMO ESSA SERIE
    serio eu sou tipo Jace e Clary Maniaca duiashduiashduiashduias
    quase morri elndo cidade dos ossos e amei cidade das cinzes
    meu city of bones ta esperando aqui *-*
    ótima resenha!

    ResponderExcluir
  13. Já faz um tempo q namoro esse livro nas livrarias. Ele tem uma capa lindaaaa cheia de brilhos! (e eu sou meio mariposa, sabe?!) kkk. XD
    Enfim, acho q depois da resenha e dos comentários aqui do pessoal, eu vou ficar só olhando a capa mesmo. Se ele é cansativo não é o meu tipo de livro.

    ResponderExcluir